Daniel Miranda é Geógrafo formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Seus estudos musicais começam aos 12 anos no instituto Ian Guest (CIGAN) no Rio de Janeiro. 

Em 1996, é contratado pela Fundação de Cultura da cidade de Petrópolis (RJ) para dar cursos sobre a "Geografia Musical do Brasil e seus Compositores" no projeto municipal "Oficinas de Musica".

No ano de 1999, junto ao bandolinista Paulo Sá, lança seu primeiro disco com o trio de música de câmara Rio Trio. Seguem-se concertos pelo Brasil e Estados Unidos.

Em 2001, grava em Bruxelas o disco intitulado: "RENCONTRE" em Duo com o guitarrista Irlandês Frankie Rose.

Em 2002, torna-se professor de Violão na Escola Villa-Lobos (Rio de Janeiro).

Em 2003, integra o espetáculo musical “Si c'est Chanté c'est pas Perdu” na cidade de Mons (Bélgica) e grava o disco desse projeto. 

Em 2005, se estabelece na Europa e em 2006 grava seu primeiro disco solo, intitulado " BIENVENUE", produzido pela gravadora Belga IGLOO.

Ainda em 2006 grava a compilaçao do programa de World Music "Le Monde Est Un Village" pela gravadora EMI;

Em 2007, é reconhecido como concertista pelo programa de incentivo e subsídio à difusão artística do Estado Belga (ART ET VIE). Nos respectivos anos de 2007/2008/2009 Seguem-se concertos pelo país. 

2009/2010: Ministra inúmeros Worshops e concertos- comentados ao redor do Mundo, a saber: Festival Internacional da Guitarra - Larrache- Marrocos e,ainda, nas Embaixadas brasileiras do Cairo- Egito e Argel- Argélia. 

Em 2010: Participa do  projeto KOYANISQATSI - A PERFORMACE. Trata-se da adaptação da trilha sonora composta por Philip Glass. A obra foi  Realizada  junto ao performer Americano-Brasileiro RICKY SEABRA e o músico Nelson Latif. Tal projeto foi apresentado em 2012 no Rio De Janeiro ( Teatro Glaucio Gil ) e foi indicado para o quesito de "Melhor Trilha Sonora original" no prêmio: "Questão de critica". (Fotos em anexo)

 Em 2011/2012, seu projeto "O BRASIL EM 17 CORDAS" é aceito pela Comunidade Francesa de Ensino da Bélgica ( Jeunesses Musicales ). Nesse quadro, percorreu a rede de ensino deste País divulgando a musica do Brasil e suas regiões.

 Em Março de 2013 grava, em Bruxelas, seu mais recente disco solo " Valsa dos Marionetes". De retorno ao Brasil, é contratado como professor pela Orquestra da FIOCRUZ- Palácio do Itaborai e como concertista do "Palácio do Itaborai Ensemble".

Player

sound by Jbgmusic

Institucional

Total de Visitas 49042